Visite o nosso estande na SEPEX 2015!

05/11/2015 11:59

Experimentando a programar o nosso minion robô e jogos no nosso estande, você verá como é fácil e interessante aprender a programar objetos com SCRATCH.

O Minion é controlado pelo Arduino e programado pelo SCRATCH – uma linguagem de programação visual.

SEPEX (Semana de Ensino Pesquisa e Extensão) da UFSC aconteceu de 11 a 14 de novembro na estrutura montada em frente à Reitoria.

Computação na Escola – Estande 38.

Aproximadamente 4000 pessoas visitaram o nosso estande durante a SEPEX. Com base nos dados coletados via o nosso opinionômetro a grande maioria dos visitantes achou o nosso estande ótimo.

Making of …

Experimente a programar também o pequeno amigo do nosso robô Minion.

  

Mais informações:

C. Gresse von Wangenheim, A. von Wangenheim, F. S. Pacheco, M. N. Fortuna Ferreira. Physical Computing Outreach at Exhibitions. Technical Report INCoD/GQS.03.2015.E, Brazilian Institute for Digital Convergence, Informatics and Statistics Department, Federal University of Santa Catarina, Florianópolis/Brazil, 2015.

C. Gresse von Wangenheim, A. von Wangenheim, F.S. Pacheco, M. N. Ferreira, J. C. R. Hauck. 5 Minutos de Programação em Exibições. 25° Workshop sobre Educação em Computação (CSBC/WEI). São Paulo, SP.

SCRATCHBOARD – Uma plataforma simples e fácil de usar para computação física com Scratch e Arduino

23/09/2015 17:02

Todo mundo que já tentou ensinar crianças e jovens adultos a construir circuitos eletrônicos simples utilizando placas de prototipagem (os breadboards e protoboards) sabe como isso é difícil: para dominar um protoboard, os estudantes não só tem de ter um entendimento básico de circuitos, mas necessitam também compreender e pensar nos termos da lógica matricial de um protoboard, além de possuirem a habilidade motora fina necessária para posicionar corretamente conectores e componentes eletrônicos sobre o protoboard. Se você estiver treinando técnicos em eletrônica, essas são habilidades necessárias. Mas, se você deseja utilizar a automação como um motivador para crianças aprenderem programação de software de Computação Física, a necessidade de possuir essas habilidades vai ser um impedimento ao aprendizado dos conceitos de Computação – um processo que deveria ser rápido e divertido.

Para permitir experiências de aprendizado rápidas, a plataforma de Computação Física precisa ser simples, intuitiva e extremamente fácil de usar. Se você puder achar algo que é assim e que é extremamente barato, então você terá a plataforma perfeita para ensinar Computação Física em escolas públicas de países como o Brasil.

Por essa razão nós desenvolvemos o SCRATCHBOARD.

O SCRATCHBOARD é uma placa de circuito impresso  com um soquete para circuito integrado de 30 pinos, no qual um microcontrolador Arduino Nano (USD 11.00) pode ser posicionado, e oito tomadas 4P4C (tomadas de telefone de 4 vias), onde dispositivos de automação podem ser concetados. Estes podem ser dispositivos tanto digitais como analógicos, de atuadores a sensores, até dispositivos analógicos feitos em casa como interuptores de papel alumínio.

Cada tomada dá acesso:

  • ou a uma saída VCC (5V), uma saída GND e 2 pinos digitais (6 tomadas)
  • ou a uma saída VCC (5V), uma saída GND e um pino digital e um analógico (2 tomadas).

Existem iniciativas similares pelo mundo. A maioria delas, porém, ou é constituída por produtos protegidos ou utilizam hardware que é caro. No SCRATCHBOARD tudo foi feito usando-se hardware padrão, de baixo custo. O objetivo do desenvolvimento do SCRATCHBOARD foi o de produzir a plataforma mais barata e fácil de usar possível: Você pode adaptar qualquer coisa que funciona com um Arduino para ser usada como SCRATCHBOARD. Tudo o que você precisa fazer é pegar um fio de telefone, conectá-lo ao dispositivo e crimpar o outro lado a um plugue 4P4C. Isso pode ser feito por qualquer professor de escola com um mínimo de conhecimentos de eletricidade.

O fator de custo de substituir hardware queimado também é mínimo (e não se iluda: seus alunos vão regularmente queimar componentes!): se um Arduino Nano está apresentando defeito, o soquete de circuito integrado permite que você simplesmente saque o microcontrolador e o substitua por outro, a um custo médio de USD 11,00 por peça. Aí é só gravar um firmware Firmata Plus usando o software que vem no Kit CnE e pronto, o seu SCRATCHBOARD está novo!

O SCRATCHBOARD funciona com Scratch or Snap! em qualquer computador, mesmo em plataformas de hardware minimalista como o Raspberry Pi.

Pinos do Arduino X Tomadas do Scratchboard

 

Tomada Pinos Tomada Pinos
  A D0/D1   E D12/A2
  B D2/D3   F D13/A1
  C D4/D5   G D10/D11
  D D6/D7   H D8/D9

Oficinas – Programação com SCRATCH para Crianças (de 6 a 14 anos) e Pais

23/09/2015 11:42

Uma oficina especial para crianças (de 6 até 14 anos) acompanhadas de seus pais, avós, tios ou irmãos mais velhos…

Oficina prática de programação, na qual as crianças entram no mundo da computação aprendendo a criar histórias e jogos interativos. As crianças, juntamente com um adulto de sua família, aprenderão conceitos fundamentais de programação usando SCRATCH, uma linguagem de programação gráfica desenvolvida no MIT Media Lab.

Na oficina os participantes aprendem programar o jogo de tubarão (http://scratch.mit.edu/projects/12936663). Durante os primeiros 45 minutos do curso, será apresentado passo-a-passo a programação do jogo de tubarão com o objetivo de familiarizar os participantes com conceitos básicos e o SCRATCH. Em seguida, os pares (adulto/criança) trabalharão no desenvolvimento de seu próprio projeto de jogo ou história interativa com a assistência dos instrutores.

O requisito para a realização da oficina neste nível iniciante é que a criança deve, obrigatoriamente, estar acompanhada por um adulto. Nenhum conhecimento em programação é necessário.

O mini-curso será realizado em um laboratório de computação com disponibilização de computadores para todos os participantes. Assim, não é necessário que se tragam computadores pessoais. Porém, se for da preferência dos participantes, poderão ser utilizados seus próprios notebooks. SCRATCH é um software livre e pode ser utilizado online ou baixado gratuitamente em: http://scratch.mit.edu

Oficinas – Computação Física para Crianças (de 8 – 12 anos) e Pais

23/09/2015 11:39

Uma oficina especial para crianças (de 8 até 12 anos) acompanhadas de seus pais, avós, tios ou irmãos mais velhos…

Oficina prática de programação, na qual as crianças entram no mundo da computação aprendendo a programar para tornar um boneco vivo: ele pisca os olhos, mexe os braços e sente quando alguém se aproxima. As crianças, juntamente com um adulto de sua família, aprenderão conceitos fundamentais de programação usando SCRATCH, uma linguagem de programação gráfica desenvolvida no MIT Media Lab para controlar o hardware (Arduino Nano) no SCRATCHBOARD.

O requisito para a realização da oficina neste nível iniciante é que a criança deve, obrigatoriamente, estar acompanhada por um adulto. Por limitações de espaço físico, pode ser feito uma inscrição somente para um adulto e uma criança.

Nenhum conhecimento em programação é necessário. SCRATCH é um software livre e pode ser utilizado online ou baixado gratuitamente em: http://scratch.mit.edu.

A oficina será realizada em um laboratório de computação com disponibilização de computadores para todos os participantes. Assim, não é necessário que se tragam computadores pessoais.

Mais informações no nosso informativo ou em relação a pesquisa.

A oficina é gratuita – resultado de projetos apoiados pelo Google Rise Award e MCTI/CNPq em pareceria com o IFSC e atto/dualsystem.

Interesse? Estaremos divulgando novas oficinas em 2016 via o mailinglist do nosso site e o nosso grupo no facebook.

Mais informações:

Gresse von Wangenheim, C. et al. Design and Experiences with Teaching Physical Computing in Family Workshops. Technical Report INCoD/GQS.04.2015.E, Brazilian Institute for Digital Convergence, Informatics and Statistics Department, Federal University of Santa Catarina, Florianópolis/Brazil, 2015.

Ensinar Computação de forma interdisciplinar em aulas de história no Ensino Fundamental

05/07/2015 13:11

Alunos da Escola Autonomia no Ensino Fundamental (5. e 7. anos) 2015-1 criaram jogos com tema de História usando Scratch. Veja os jogos criados:

Turma 7B – https://scratch.mit.edu/studios/1192830/
Turma 7A – https://scratch.mit.edu/studios/1192828/
Turma 5V – https://scratch.mit.edu/studios/1192820/
Turma 5M – https://scratch.mit.edu/studios/1192816/

Aprendendo com Scratch

Scratch é uma nova linguagem de programação visual e uma comunidade on-line onde crianças podem programar e compartilhar mídias interativas, tais como histórias, jogos e animações com pessoas do mundo inteiro.

Criando com o Scratch, crianças aprendem a pensar criativamente, trabalhar de forma colaborativa, e pensar de forma sistemática na solução de problemas. Hoje, o Scratch é uma comunidade de aprendizagem criativa presente em mais de 150 países com mais do que 11 milhões de usuários e mais de 3 milhões de projetos compartilhados. Scratch é um software livre disponível gratuitamente sendo desenvolvido pelo Lifelong Kindergarten Group no MIT Media Lab.

Experimente:  http://scratch.mit.edu

Aprenda fazer o Jogo Pega-Ratinho com este livrinho [Relatórios Técnicos do INCoD] ou veja o jogo no SCRATCH (http://scratch.mit.edu/projects/14839935/)

Imagens para fazer o jogo

Mais material instrucional: cartas_SCRATCH

Outras ideas:

Ideas – Civilizações Antigas

Ideas – Alimentação

Google Rise Award dado a projeto da Iniciativa Computação na Escola

10/03/2015 17:12

O projeto Oficinas de Computação Física para Pais e Filhos coordenado pela Iniciativa Computação na Escola recebeu o  Google Rise Award.

O projeto é voltado ao desenvolvimento, aplicação e avaliação de oficinas de família onde os pais ao lado de seus filhos (10-14 anos) aprendem habilidades básicas de programação de computadores. Nas oficinas eles aprenderão conceitos de computação física fazendo bonecos interativos que piscam com os seus olhos ou abanam o braço quando alguém se aproxima. Tudo isto será feito integrando Scratch e Arduino como uma solução de baixo custo e ao mesmo tempo fácil e fascinante para aprender computação.

O projeto é coordenado pela Iniciativa Computação na Escola do  GQS/INCoD – Instituto Nacional para Convergência Digital, um instituto de pesquisa do Ministério de Ciência e Tecnologia sediado no INE – Departamento de Informática e Estatística da UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina. A iniciativa é dedicada a aumentar o ensino de computação no Ensino Fundamental provendo a todos os alunos a oportunidade de aprender computação, envolvendo muito mais do que somente o uso de sistemas de software, incluindo o pensamento computacional e a programação de computadores.

A necessidade de aprender a escrever programas de computador vai além da utilidade profissional. Mesmo que não sejam futuros cientistas da computação, todas as crianças devem ter a oportunidade de serem “fluentes” em programação.

“De telefones a carros e até a medicina, a tecnologia toca todas as partes de nossas vidas. Se você pode criar tecnologias, você pode mudar o mundo.”

Susan Wojcicki, CEO do Youtube (ex SVP do Google)

Neste século, saber programar computadores se tornou uma habilidade básica e útil para todos e em todos os aspectos da vida. Ela pode ser vista como um tipo de “poder mágico”, que permite àquele que é fluente em programação realizar suas ideias criativas por meio de animações, jogos, aplicativos – tudo que imaginar!

Google Rise Award faz parte do Programa Google for Education que incentiva que os alunos sejam criadores e não apenas consumidores de tecnologia do futuro. Só em 2015 o Google Rise Award já destinou 1,5 milhões de dólares a 37 organizações de 17 países, incluindo o Brasil.

Mais informações via o nosso website ou nosso grupo no Facebook.

Projetos do Piloto na Escola de Educação Básica Vidal Ramos Jr/Lages 2013/2

23/12/2013 12:10
Em um projeto piloto em dezembro 2013,  40 alunos do Ensino Fundamental da Escola de Educação Básica Vidal Ramos Jr (Centro Educacional) em Lages/SC aprenderam conceitos básicos de programação usando o ambiente Scratch.
Ajude-nos a escolher o jogo mais divertido entre os 10 melhores projetos resultantes deste projeto piloto.
Basta acessar o site http://scratch.mit.edu/studios/298452, jogar cada um dos jogos finalistas e votar clicando na opção “Gosto deste projeto” (Love this project). É só procurar pelo ícone do coração.
A apuração será feita no dia 17/12/2013. A divulgação do vencedor(a) com o maior número de votos (“Gosto deste projeto/Love this project”) será feita no dia 19/12/2013.
O projeto piloto foi patrocinado pelo programa geraçãoTEC.
Adoramos a carta de agradecimento!

Visite o nosso estande na SEPEX 2013!

08/10/2013 12:04

  

Venha conhecer o SCRATCH no nosso estande aprendendo a programar o carro robô do Scratchie ao vivo, usando o ambiente de programação SCRATCH em uma mesa touchscreen.

Veja o ROBO SCRATCH em ação nesse vídeo.

Scratch (http://scratch.mit.edu) é um software livre disponível gratuitamente, desenvolvido pelo Lifelong Kindergarten Group no MIT Media Lab representando uma comunidade de aprendizagem criativa presente em mais de 150 países com mais de 11 milhões de usuários. Experimentando SCRATCH no nosso estande, você verá como é fácil e interessante aprender a programar objetos.

A SEPEX (http://sepex.ufsc.br) acontecerá no Centro de Convivência da UFSC de 23 A 25 de outubro das 09 horas às 19 horas e 26 de outubro das 09 horas ás 13 horas.

Reportagem nas Notícias UFSC 18/10/2013.

Reportagem nas Notícias UFSC 23/10/2013

Entrevista no TJ UFSC 24/10/2013