Treinamento de Jovens Tutores e Mentores Voluntários

27/08/2018 14:17

Jovens Tutores e Mentores Voluntários da edição 2018 do projeto Jovens Tutores de Programação foram recebidos pela equipe da Computação na Escola no Departamento de Informática e Estatística/INCoD/INE/UFSC para uma tarde de treinamento e integração. Esse é um dos primeiros passos na formação dos Jovens Tutores para que possam apoiar e disseminar o aprendizado de computação na escola onde estudam.

Nesse treinamento, estudantes da Escola Básica Almirante Carvalhal, selecionados como Jovens Tutores e Mentores Voluntários da empresa patrocinadora do projeto Involves Tecnologia e Inovação, participaram de uma tarde de formação com conteúdo técnico e também pedagógico. Participaram também a professora de Tecnologia Educacional da escola, que acompanha os alunos no projeto, além de outros professores e alunos envolvidos.

Durante esse treinamento inicial os participantes aprenderam conceitos básicos de pensamento computacional, além de fazer um primeiro App com App Inventor.

O projeto está sendo coordenado pela iniciativa Computação na Escola/INCoD/INE/UFSC dedicada a fornecer a todos os alunos do Ensino Básico a oportunidade de aprender computação. Este projeto está sendo patrocinado pela empresa Involves Tecnologia e Inovação, uma empresa de software com sede em Florianópolis/SC.

Empresas/organizações interessadas em patrocinar outros projetos de Jovens Tutores podem entrar em contato com a iniciativa Computação na Escola:

Telefones: (48) 3721-7380 /(48) 3721-4715  ou via email: computacaonaescola@incod.ufsc.br

Jovens Tutores 2018 Iniciado!

22/08/2018 14:59

A edição 2018 do projeto Jovens Tutores de Programação está começando com muita empolgação!

Um dos primeiros eventos do projeto foi a visita dos Jovens Tutores, estudantes da Escola Básica Almirante Carvalhal, à empresa patrocinadora Involves Tecnologia e Inovação. Nessa visita os Jovens Tutores conheceram um pouco do dia-a-dia de uma empresa de tecnologia, visitando cada um dos setores e conversando com um representante de cada função. Um dos Jovens Tutores da edição 2017 do projeto que agora é jovem aprendiz na empresa, Richard, também conversou com os alunos deste ano, contando como foi sua experiência no projeto.

Neste projeto a iniciativa Computação na Escola está formando Jovens Tutores (alunos do Ensino Básico) para a programação de aplicativos móveis com apoio de Mentores Voluntários (profissionais da área de TI). Os Jovens Tutores e Mentores Voluntários estarão apoiando professores do Ensino Básico no ensino de computação na Escola Básica Municipal Almirante Carvalhal no bairro Coqueiros em Florianópolis, com objetivo de alcançar um maior número de alunos. O projeto também contribui na formação dos Jovens Tutores na área de computação, oportunizando o aprendizado e o contato com profissionais da área de Tecnologia da Informação, trazendo essa experiência prática aos alunos participantes.

O projeto está sendo coordenado pela iniciativa Computação na Escola/INCoD/INE/UFSC dedicada a fornecer a todos os alunos do Ensino Básico a oportunidade de aprender computação.

Este projeto está sendo patrocinado pela empresa Involves Tecnologia e Inovação, uma empresa de software com sede em Florianópolis/SC que desenvolve sistemas voltados a aumentar a visibilidade e disponibilidade de produtos em pontos de venda, melhorando a execução de times de campo no varejo.

Empresas/organizações interessadas em patrocinar outros projetos de Jovens Tutores podem entrar em contato com a iniciativa Computação na Escola:

Telefones: (48) 3721-7380 /(48) 3721-4715  ou via email: computacaonaescola@incod.ufsc.br

dETECT: um modelo de avaliação de unidades instrucionais de ensino de computação no Ensino Fundamental II

26/10/2017 15:43

dETECT (Evaluating TEaching CompuTing) é um modelo de avaliação de qualidade de unidades instrucionais para ensinar computação no Ensino Fundamental II com base na percepção dos alunos coletado por um instrumento de medição.

O objetivo do modelo dETECT model é analisar unidades instrucionais para avaliar a qualidade em termos de qualidade da unidade instrucional, experiência da computação e a percepção de aprendizagem da perspectiva dos aprendizes no contexto do ensino de computação no Ensino Fundamental II.

A medição é operacionalizado pelo desenvolvimento de um questionário a ser respondido pelos alunos no final da unidade instrucional para obter a sua percepção sobre a qualidade da unidade instrucional.

O modelo dETECT foi sistematicamente desenvolvido e avaliado com base em dados coletados em 16 estudos de caso em 13 diferentes instituições de educação básica com respostas de 477 alunos. Os resultados indicam que o modelo dETECT é aceitável em termos de confiabilidade (Alfa de Cronbach α=,787) e validade de constructo, demonstrando um aceitável grau de correlação entre quase todos os itens do instrumento de medição do modelo dETECT. Esses resultados permitem que pesquisadores e instrutores confiem no modelo dETECT para avaliar as unidades instrucionais e, assim, contribuir para sua melhoria e direcionar uma adoção efetiva e eficiente do ensino de computação no Ensino Fundamental II.

GRESSE VON WANGENHEIM,C.; PETRI, G.; ZIBETTI, A. W.; BORGATTO, A. F.; HAUCK, J. C. R.; PACHECO, F. S.; MISSFELDT FILHO, R. dETECT: A Model for the Evaluation of Instructional Units for Teaching Computing in Middle School. Informatics in Education, 16(2), 2017, 301-318.

Versões customizadas:

Uma análise preliminar de 364 questionários respondidos pelas crianças indica uma consistência interna aceitável (alfa de Cronbach é 0,78).

Os questionários estão sendo disponibilizados sob a licença Creative Commons Atribuição – Uso Não Comercial – Compartilhamento pela mesma Licença (by-nc-sa)

Apps desenvolvidos no Projeto Jovens Tutores de Programação

24/10/2017 15:02

Como um dos objetivos do projeto Jovens Tutores de Programação, os jovens selecionados da Escola Básica Prof.ª Herondina Medeiros Zeferino foram capacitados para o desenvolvimento de aplicativos para celulares durante o projeto.

Cada um dos Jovens Tutores recebeu treinamento e acompanhamento para aprender a desenvolver seus próprios aplicativos, incluindo conceitos de Design Thinking, design de interface/UX e programação. O treinamento foi ministrado por professores e pesquisadores da Computação na Escola e o acompanhamento e apoio ao desenvolvimento dos aplicativos foi realizados por profissionais voluntários da empresa patrocinadora Involves Tecnologia e Inovação com auxílio de alunos graduação e pós-graduação da iniciativa Computação na Escola do INCoD/INE/UFSC.

Os Jovens Tutores foram orientados a buscar resolver problemas da escola e da comunidade local por meio do desenvolvimento de aplicativos. Os aplicativos foram concebidos, modelados e desenvolvidos e, como resultado do projeto, já estão prontos para a utilização inicial.

Além dos Jovens Tutores, também um professor de Educação Física da escola envolveu-se no projeto e desenvolveu seu próprio aplicativo, para atender a uma necessidade específica do dia-a-dia na escola.

Foram desenvolvidos os seguintes aplicativos:

1. AplicativoMathfull

Quiz contendo as quatro operações matemáticas que pode ser utilizado por estudantes do Ensino fundamental

Desenvolvido por: Richard de Souza Bercheli (Aluno do 9º. ano da  Escola Básica Prof.ª Herondina Medeiros Zeferino)

Link para download do app: https://goo.gl/mZ9VUg

Baixe aqui os fontes para App Inventor: Mathfull_AIA

2. AplicativoInfo Herondina

Aplicativo com o objetivo de facilitar a comunicação entre familiares e profissionais da escola, onde cada familiar saberá exatamente quem são os profissionais e as funções que exercem na escola

Desenvolvido por: Nicolas Pedroso (Aluno do 9º. ano da  Escola Básica Prof.ª Herondina Medeiros Zeferino)

Link para download do APKdo app: InfoHerondina.

Baixe aqui os fontes para App Inventor: InfoHerondina_AIA

3. AplicativoVeganizando

App que apresenta informações educativas sobre vegetarianos e veganos, e valores nutricionais dos alimentos sem carne.

Desenvolvido por: Júlia Sena Amaral da Silva (Aluna do 9º. ano da  Escola Básica Prof.ª Herondina Medeiros Zeferino)

Link para download do app: https://goo.gl/qPtVk4

Baixe aqui os fontes para App Inventor:  Veganismo_AIA

4. Aplicativo: EducPortifólio

Aplicativo desenvolvido com fins educativos, que permite um registro diário que o professor pode utilizar para guardar a situação-momento da aula facilmente por meio da fala, deixando o aplicativo transformar a voz em escrita. Esse registro então pode ser salvo e enviado por email, gerando um registro fidedigno que muitas vezes poderia ter passado despercebido.

O app foi premiado no 1. lugar (categoria II)  e ganhou prêmio de Excelência em Iniciação Científica na FEBIC 2017 – Feira Brasileira de Iniciação Científica.

        Desenvolvido por: Lauriano Warth (Professor de educação física da Escola Básica Prof.ª Herondina Medeiros Zeferino)

Oficinas de Programação de Apps realizadas na escola

Ainda como resultado do projeto, os Jovens Tutores e profissionais voluntários com apoio da equipe da iniciativa Computação na Escola realizaram três oficinas de introdução a programação de apps, utilizando o material didático da Computação na Escola, ensinando computação para mais 50 alunos da escola Escola Básica Prof.ª Herondina Medeiros Zeferino.

Empresas/organizações interessadas em patrocinar outros projetos de Jovens Tutores podem entrar em contato com a iniciativa Computação na Escola via telefone (48) 3721-7380 /(48) 3721-4715  ou email: computacaonaescola@incod.ufsc.br

O nosso Minion fazendo sucesso no CSBC/WEI 2017

06/07/2017 17:31

Para popularizar a computação de maneira lúdica em feiras científicas, criamos um estande para desmistificar a computação física e, ao mesmo tempo, motivar e estimular o interesse pela computação. Foram projetados dois robôs programáveis interativos, em forma de minion (um deles com mais de um metro de altura). Com ambos, pode-se mostrar como é fácil e interessante criar programas em poucos minutos utilizando uma linguagem visual como Scratch 2 ou Snap!. O hardware consiste em uma placa microcontrolada Arduino Nano e um conjunto de sensores e atuadores. A experiência na SEPEX 2015, com mais de 4 mil visitantes, mostra que a oferta de tais estandes ao público em geral pode ser uma alternativa envolvente para popularizar a computação com um custo baixo.

Christiane Gresse von Wangenheim, Aldo von Wangenheim, Fernando S. Pacheco, M. Nathalie Ferreira, Jean C. R. Hauck. 5 Minutos de Programação em Exibições. 25° Workshop sobre Educação em Computação (CSBC/WEI). São Paulo, SP.

Mais informações

Ensino de computação envolvendo jovens tutores e mentores

17/05/2017 11:28

Visando estimular o aprendizado de computação no Ensino Básico em Escolas Brasileiras, a iniciativa Computação na Escola está formando Jovens Tutores (alunos do Ensino Básico) e Mentores Voluntários (profissionais da área de TI). Esses Jovens Tutores e Mentores Voluntários estão apoiando professores do Ensino Básico no ensino de computação em escolas públicas com objetivo de alcançar um maior número de alunos. O projeto também contribui na formação dos Jovens Tutores na área de computação, oportunizando o aprendizado e o contato com profissionais da área, trazendo a experiência prática aos jovens e crianças participantes.

Este modelo de ensino está sendo pilotado em um projeto com foco no ensino de programação de aplicativos móveis na Escola Básica Prof.ª Herondina Medeiros Zeferino em Florianópolis. Este projeto está sendo patrocinado pela empresa Involves Tecnologia e Inovação, uma empresa de software com sede em Florianópolis/SC.

Durante este projeto, os Jovens Tutores, Voluntários e alunos da escola aprenderão como fazer aplicativos com App Inventor. O App Inventor 2 é uma aplicação web de código-aberto originalmente desenvolvida pela Google, e agora mantida pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para criar um app, basta um navegador (p.ex. Chrome, Firefox, Safari, etc. exceto Internet Explorer), uma conta gratuita Google e uma conexão à internet para baixar seus aplicativos para um dispositivo Android (celular ou tablet) usando uma rede sem fio. O app criado pode até ser compartilhado na galeria do App Inventor ou na Google Play (nesse caso há uma taxa para se registrar como desenvolvedor).

Os Jovens Tutores juntamente com os Mentores e professores da escola estão ministrando oficinas de programação para outros alunos da própria escola em forma de instrução pelos pares.

Empresas/organizações interessadas em patrocinar outros projetos de Jovens Tutores podem entrar em contato com a iniciativa Computação na Escola via telefone (48) 3721-7380 /(48) 3721-4715  ou email: computacaonaescola@incod.ufsc.br

Projeto selecionado como finalista na FEBIC 2017Projeto Jovens Tutores na IV Feira Regional de Matemática/Florianópolis (Agosto 2017)

Destaque na Feira de Ciências, Matemática e Geografia (Junho 2017) 

Programa RIC Notícias SC – Projeto Jovens Tutores

16/05/2017 17:06

Reportagem do Programa RIC Notícias SC sobre o projeto Jovens Tutores da iniciativa Computação na Escola coordenada pelo INCoD/INE/UFSC.

Visando o ensino de computação no Ensino Básico em Escolas Brasileiras, a iniciativa Computação na Escola está formando Jovens Tutores (alunos do Ensino Básico) e Mentores Voluntários (profissionais da área de TI) para programação de aplicativos móveis. Esses Jovens Tutores e Mentores Voluntários estão apoiando professores do Ensino Básico no ensino de computação em escolas públicas com objetivo de alcançar um maior número de alunos. O projeto também contribui na formação dos Jovens Tutores na área de computação, oportunizando o aprendizado e o contato com profissionais da área, trazendo a experiência prática aos jovens e crianças participantes.

O projeto está sendo coordenado pela iniciativa Computação na Escola/INCoD/INE/UFSC dedicada a fornecer a todos os alunos do Ensino Básico a oportunidade de aprender computação. Atualmente o piloto do projeto está sendo realizado na Escola Básica Prof.ª Herondina Medeiros Zeferino no bairro de Ingleses em Florianópolis.

Este projeto está sendo patrocinado pela empresa Involves Tecnologia e Inovação, uma empresa de software com sede em Florianópolis/SC que desenvolve sistemas voltados a aumentar a visibilidade e disponibilidade de produtos em pontos de venda, melhorando a execução de times de campo no varejo.

Empresas/organizações interessadas em patrocinar outros projetos de Jovens Tutores podem entrar em contato com a iniciativa Computação na Escola via telefone (48) 3721-7380 /(48) 3721-4715  ou email: computacaonaescola@incod.ufsc.br

Mais informações sobre o projeto aqui

Apresentação no Computer on the Beach 2017

08/05/2017 17:30

A aluna de mestrado do PPGCC/INE  do GQS/Computação na Escola Nathalia da Cruz Alves apresentou o trabalho: “Ensinando a Computação por meio de Programação com App Inventor” na conferência Computer on the Beach realizada em Florianópolis/SC, nos dias de 4 a 7 de maio de 2017.

DANIEL, G. T.; GRESSE VON WANGENHEIM, C. ; MEDEIROS, G.; ALVES, N. d. C. Ensinando a Computação por meio de Programação com App Inventor. Computer on the Beach, Florianópolis/Brazil, 2017.